quinta-feira, 23 de julho de 2009

Mamã pedagógica

Quando o miúdo começa a chorar em alto e bom som que quer ir para a rua, isto depois de tomar um banho para o voltar a pôr novamente apresentável visto que vem com pés, mãos, joelhos, pernas completamente escuras de sujidade da escolinha por causa do pavimento que têm no pátio, o que faz uma mãe dedicada como eu, extremosa, carinhosa, e que tem ainda de acabar o jantar, apanhar roupa e adiantar o jantar do dia seguinte? Conta de mil até menos mil, respira fundo, fala com o miúdo, usa a relação causa-efeito de chorar=castigo, dá-lhe uma palmada no rabo, apresenta-lhe várias propostas de brinquedos? E quando o choro começa a complicar com o sistema nervoso da mãe dedicada, carinhosa, e (in)paciente? O melhor que tem a fazer é ir para a cozinha e adiantar as coisas…

1 comentário:

mother_24 disse...

Oh gaja... como eu te compreendo!

tb já me deixei de "gritar" a ignorancia é o melhor, ele acalma-se eu n me enervo e passado pouco tempo perde a piada estar a chorar sozinho :p

jocas